SAC - Carnaval

Chegoooou, chegou a época do ano que as pessoas decidem "despirocar" como se não houvesse vida pós carnaval. É tia gorda com roupinhas apertadinhas, são as Cataratas do Iguaçu saindo pelos poros das pessoas, gente se esfregando, encochadas sutis (ou nem tanto), beijo na boca de totais desconhecidos, risco de acidentes já que as pessoas bebem até cair, depois decidem pegar no volante pra arriscar a própria vida e a de outras pessoas. Sem contar as pessoas que decidem fazer sexo com desconhecidos sem preservativos  pra "curtir o carnaval" (em novembro nascem os infelizes, coitados) filhos de pais irresponsáveis, nem conhecem o pai (as vezes o cara nem sabe que ele tem filho por ai), ou na pior das hipóteses antes disso descobrem que estão com DST's. 
Ainda há quem diga "Ah Rebecca, você é chata, politicamente correta demais, isso é curtir a vida", me desculpem amados que gostam disso, mas pra mim isso está beeeeem longe de ser motivo de diversão. Como vou conseguir me divertir com alguém me encochando, pisando no meu pé, passando o suor em mim e me agarrando?! Impossível. Não consigo me divertir pensando que existe uma propaganda de tv IMPLORANDO pra que não façam xixi na rua, que isso gente, as pessoas também perdem o senso do ridículo nessa época?

Têm os menos retardados que dizem "pelo menos é feriado né?!" sim, é feriado, bom pra nós que somos estudantes, contudo para a economia do país isso é uma porcaria, 1 semana ociosa não é motivo de orgulho nenhum. Como Felipe Neto disse em um dos seus videos, uma das "soluções" seria passar o carnaval para o dia 1 de janeiro, já que ninguém segue o que a religião diz mesmo (se seguissem não estariam se prostituindo de graça durante uma semana, certo?!) e assim o ano começaria antes do SEGUNDO mês do ano.
Sem contar que o que é passado de nós (mulheres brasileiras) para o resto do mundo é que somos umas putas, que não nos importamos de mostrar o toba nem o peitinho e que pegamos qualquer homem, afinal isso é MUITO divertido. Que bela a cultura brasileira, adoro muito, adoro o olhar de recriminação de todos quando digo que odeio carnaval.

"Ah Rebecca, mas carnaval gera emprego" gera, assim como geraria pra pedreiros que fossem reformar hospitais públicos, pra enfermeiro, faxineiros, copeiros que fossem trabalhar nele, sem contar nas escolas (não as de samba, que essas estão inteiras e "lindas") que estão caindo aos pedaços e professores que trabalham um mês inteiro para ganhar 800 reais. É temos que rever isso, Brasil... 
PS.: E essas penas no toba nas roupas das sambistas, nos carros alegóricos, de onde elas vêm??